Voltar

Banco de Portugal

40.65728, -7.913339

No topo da Rua Formosa foi edificado, entre os anos de 1920 e 1930, o edifício que receberia o Banco de Portugal. A sua traça deve-se a João de Moura d’Eça. Arquitetonicamente pauta-se pela sua monumentalidade de tradição clássica combinando diversos materiais construtivos na definição da linguagem plástica. O mármore, o granito e o ferro conferem uma harmonia ao conjunto arquitectónico que dá forma ao Rossio.

Sabia que… Em Viseu, o Banco de Portugal teve inicialmente sediado no antigo edifício do Governo Civil?
E mais uma nota: sabia que nos portões da entrada principal do edifício, a marca do Banco de Portugal está inserida num octógono e não num círculo, que é a sua figuração oficial. Não tendo sido estabelecida qualquer ligação com o misterioso octógono da Cava de Viriato, não deixa de ser curioso!

  • - - -

  • - - -

  • - - -