Voltar

Viseu celebra Dia Internacional dos Museus com fim de semana recheado de atividades

Visitas guiadas, oficinas e ateliês completam programa temático para toda a família, de 17 a 22 de maio

O Dia Internacional dos Museus assinala-se a 18 de maio e Viseu associa-se, uma vez mais, a esta celebração cultural com um programa que reúne várias atividades para toda a família, ao longo de seis dias. Com início na terça-feira, dia 17, as atividades prolongam-se até domingo, dia 22.

Sob a temática “O Poder dos Museus”, proposta pela ICOM Portugal - Conselho Internacional de Museus, os espaços museológicos do concelho abrem portas para dias repletos de oficinas, atividades e apresentações para todos os gostos e idades.

No arranque da programação, dia 17, a Quinta da Cruz recebe os alunos dos Jardins de Infância, 1º, 2º e 3º ciclos, para a oficina “Seres Imaginários”, onde serão desafiados a imaginar e criar esses "Seres". Nos dias seguintes, o espaço museológico oferece outras oficinas direcionadas ao público infantil e geral e dá também a conhecer aos jovens de Viseu a exposição “As Palavras em Liberdade, de E.M. De Melo E Castro: O Autor e a sua Coleção”.

Casa da Ribeira organiza visitas guiadas às suas exposições e oficinas relacionados com as tradições de Viseu. Recebe, ainda, a Mostra de Doçaria Tradicional no dia 22 de maio, um dia dedicado aos sabores doces da região.

No que toca ao Museu Almeida Moreira, o espaço museológico incita as famílias a reproduzir paisagens circundantes à Casa do Soar de Cima, à semelhança dos quadros do Capitão Almeida Moreira, na oficina “Da Paisagem à Moldura”.

Museu de História da Cidade vai organizar visitas guiadas à sua exposição “Ícones da História de Viseu: o Despertar do Museu.”

Já o Museu Keil Amaral desafia as famílias a serem artistas e a criar um livro apenas com uma folha de papel. Também vai ser possível conhecer melhor o percurso da família que dá nome ao Museu, numa visita guiada à exposição permanente.

Museu do Linho de Várzea de Calde apresenta visitas guiadas às novas exposições “Ligações com Alma” e “À Luz das Novas Formas”. Em tempo de sementeira, vai, também, ensinar pequenos e graúdos a plantar linhaça, a planta do linho, dando a oportunidade de aplicar o conhecimento em casa com a oferta de um kit de plantação. No dia 22, para quem gosta de linhas e agulhas, o Museu proporciona a oportunidade de aprender Macramé, num Workshop de iniciação.

Já o Museu do Quartzo – Centro de Interpretação Prof. Galopim de Carvalho viaja do Monte de Santa Luzia até ao Estabelecimento Prisional do Campo para promover a ciência, geologia e mineralogia e dar a conhecer o Museu aos reclusos.

Polo Arqueológico de Viseu António Almeida Henriques convida os visitantes a conhecer a exposição “José Coelho: a Paixão pelo Passado”.

Consulte AQUI a programação completa do Município de Viseu para o Dia Internacional dos Museus 2022.