Voltar

Quinta da Cruz inaugura amanhã exposição com espólio de Fernando Lanhas

Obras da coleção de Serralves estarão patentes até 27 de fevereiro de 2017

A Quinta da Cruz, em Viseu, recebe a partir de amanhã, 24 de setembro, a exposição itinerante “Fernando Lanhas: Fragmentos. Algumas obras na Coleção de Serralves”. A inauguração terá lugar pelas 17 horas e o espólio de pintura estará patente na Quinta da Cruz até 27 de fevereiro de 2017.

Após a exposição de Manuel Alvess, a Fundação de Serralves retoma à Quinta da Cruz, desta vez com uma coleção de obras do pintor e arquiteto português Fernando Lanhas.

Ao longo da exposição, a comunidade é convidada a conhecer e a descobrir a obra pictórica de Lanhas, marcada essencialmente por uma linguagem abstrata e geométrica que se traduz em diversos suportes como desenhos, aguarelas, pinturas sobre tela e seixos.

Complementarmente, estão ainda previstas visitas guiadas e oficinas temáticas para escolas e família, cuja programação será anunciada em breve.

Esta é uma exposição organizada pela Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea do Porto, em parceria com o Município de Viseu.

Sobre Fernando Lanhas

Natural do Porto, Fernando Lanhas (1923-2012) é um dos maiores nomes da arte portuguesa do século XX. Formou-se em Arquitetura, em 1947, pela Escola Superior de Belas-Artes da Universidade do Porto, no entanto, é na pintura que o seu nome ganhou destaque, sendo considerado o pioneiro do abstracionismo geométrico em Portugal. Paralelamente a esta arte, Lanhas desenvolveu outras atividades em áreas como a astronomia, a arqueologia, a antropologia, a etnografia ou a poesia. Entre vários prémios e distinções, destaque para a atribuição do título Doutor Honoris Causa, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em 2005.