Voltar

“Viseu Rural 2.0: Explorações Sonoras de um Arquivo Rural” é a nova exposição da Casa da Ribeira

Núcleo museológico acolhe registos sonoros do território rural de Viseu. Exposição decorre até março de 2017.

 

“Viseu Rural 2.0: Explorações Sonoras de um Arquivo Rural” é a nova exposição temporária da Casa da Ribeira, que exibe uma compilação de registos sonoros das freguesias do concelho de Viseu e que surge de um projeto de criação artística, sonora e de media desenvolvido nas freguesias do concelho durante o ano de 2016.

O projeto “Viseu Rural 2.0” partiu da necessidade de conferir expressão à vertente rural da cidade de Viriato, tendo resultado numa vasta documentação patrimonial registada em vários meios, principalmente através de som.

Depois de uma primeira versão do projeto “Viseu Rural 2.0” em 2015, que esteve em exposição na Casa das Memórias, onde foram produzidos diversos documentos audiovisuais, etnográficos e paisagísticos, criadas diversas obras artísticas e realizados cinco documentários radiofónicos, o projeto regressa este ano para uma segunda edição.

Entre os vários registos sonoros, os do Concurso Internacional de Música Eletroacústica e Arte Sonora “Explorações Sonoras de um Arquivo Rural” destacam-se. Este concurso internacional consistiu no acesso, por parte de músicos eletroacústicos e artistas sonoros de todo o mundo, a um conjunto de ficheiros áudio do arquivo do “Viseu Rural 2.0”, explorando o território para além do centro de Viseu, o que lhes permitiu pensar e expressar a cidade através da pesquisa e registo sonoro e musical. Destas interpretações, resultaram 38 obras, 20 das quais foram selecionadas para estar presentes na Casa da Ribeira.

Esta é uma exposição coorganizada pela Binaural/Nodar e pelo Município de Viseu, no âmbito do concurso de apoio à cultura Viseu Terceiro.

A exposição “Viseu Rural 2.0” pode ser visitada à terça-feira, entre as 14 e as 18 horas, e de quarta-feira a domingo, entre as 10 e as 13 horas e as 14 e as 18 horas, na Casa da Ribeira, até dia 30 de março de 2017.