Voltar

“Ano Oficial para Visitar Viseu” propõe duas dezenas de iniciativas e lança convite à redescoberta da cidade

Rodrigo Leão & Scott Matthew protagonizam concerto de abertura da campanha, no próximo dia 20 de janeiro

Arrancou ontem, 4 de janeiro, a campanha de marketing territorial “2017, Ano Oficial para Visitar Viseu”.

A campanha visa dar “um empurrão positivo” no reconhecimento e na reputação de Viseu, apostando para isso num conjunto de medidas de envolvimento comunitário, de renovação e upgrade da agenda de eventos e de promoção nacional e ibérica, segmentada por diversas cidades-alvo.

Perto de duas dezenas de ações internas e externas serão ativadas ao longo do ano 2017. No próximo dia 20 de janeiro, terá lugar o grande concerto de abertura oficial da iniciativa, protagonizado por Rodrigo Leão & Scott Matthew.

Numa primeira fase, a campanha “2017, Ano Oficial para Visitar Viseu” centra-se na comunidade local e visa reforçar e “ativar” o sentido de pertença e orgulho locais. Neste âmbito, os viseenses são convidados a adotar o papel de “embaixadores” e a dar ‘voz’ aos atributos da cidade, mas também a desafiar os amigos, a família e os conhecidos a visitar Viseu. Para além disso, a iniciativa pretende envolver também as escolas do concelho e talentos locais em ações especiais de programação e merchandising.

A participação de Viseu na Bolsa de Turismo de Lisboa, em março, marcará o arranque da vertente externa da campanha, direcionada para o reconhecimento de Viseu enquanto destino turístico, com o objetivo de atrair visitantes, turistas e interesses através da aposta na promoção dos principais atributos identitários da cidade.

Uma exposição histórica e multimédia alusiva aos primeiros projetos de promoção turística de Viseu, a edição impressa de um guia turístico e a seleção de personalidades nacionais e internacionais como “embaixadores de Viseu” são algumas das ações que se destacam na comunicação externa desta campanha.

Saiba mais sobre a iniciativa e acompanhe as novidades em www.visitviseu.pt.