Voltar

Em 2019, Viseu será o principal destino de Natal no Interior de Portugal

Cidade veste-se de luz, com 1000 instalações. Mercado de Natal renasce na Praça 2 de Maio. António Zambujo, coros e orquestras marcam cartaz musical. Freguesias participam da programação.

 

Em 2019, Viseu é, uma vez mais, ponto de paragem obrigatória na quadra natalícia, com um projeto de luz de excelência e uma programação cultural para toda a família, que se estende do centro histórico da cidade a todas as freguesias do concelho. O urbanismo comercial será também animado.

Entre 29 de novembro e 6 de janeiro, o Município de Viseu, em parceria com a Associação Comercial do Distrito de Viseu e a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, aposta num cabaz de propostas que fazem de Viseu o principal destino de Natal no Interior de Portugal.

Roteiros de luz, mercados de Natal, grandes concertos e outros intimistas, exposições nos museus, presépios e espetáculos de rua, eventos solidários, oficinas artísticas, cinema e magia desafiam viseenses e visitantes a viver uma quadra autêntica, durante mais de um mês.

“Viseu é um destino de cultura e turismo ao longo de todo o ano, mas a quadra de Natal é a mais luminosa e inclusiva. Preparamo-nos para duplicar a nossa população na reta final de 2020, com visitantes e o regresso da nossa diáspora”, sublinha o Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques.

A decoração e as instalações de iluminação vão transformar a cidade de Viriato numa verdadeira “Cidade Luz” já a 29 de novembro. A ligação está marcada para as 21 horas, no Rossio.

O projeto deste ano contempla cerca de 127 mil lâmpadas na cidade, distribuídas por 40 ruas, praças, jardins e igrejas, e levar às 25 freguesias 42 espaços de luz. Em todo o concelho, serão quase 1000 instalações. A grande escultura multimédia original de Manuel Alão e Sérgio Ferreira, criada no festival MESCLA na rua Grão Vasco, apresentará diariamente um espetáculo de luz e som inspirado na quadra natalícia.

A praça do Rossio volta a ser um especial centro de atenções: vai receber um grandioso coreto iluminado, tributo ao antigo coreto da cidade, que promete ser um especial photo call para grandes postais da cidade e boas memórias deste Natal.

Os presépios voltam às ruas da cidade e das freguesias, mas também ao Museu Almeida Moreira, que receberá uma exposição de presépios artísticos portugueses que moldaram a tradição do presépio. Esculturas e “maquinetas” de António Ferreira e Silva Porto estão entre as peças da exposição “Vinde Adorar o Menino”. Inaugura a 30 de novembro.

O presépio da Vista Alegre em ponto gigante (oferta da Bordallo e da Visabeira à cidade de Viseu em 2017) regressa à rua Formosa e todas as freguesias são desafiadas a participar do concurso (na 3ª edição) do “Roteiro de Presépios” de Natal, gerando dinâmicas criativas em associações e coletividades.

Este ano, os projetos apoiados pelo programa VISEU CULTURA voltam a trazer o seu contributo para a programação de Natal. A participação traduz-se em experiências de cinema, teatro, música e exposições que integram a programação do VISEU NATAL, entre outras surpresas. “O Meu Amor Virá de Comboio” (de Sónia Barbosa e Cristóvão Cunha), Shortcutz Especial de Natal, “Lamento de Ciela” (do projeto CRETA) e Passeios da Literatura (Grupo OFF) são alguns exemplos.

O cartaz musical tem honras de abertura com o festival Termómetro, no CARMO 81, na noite de 30 de novembro, e prolonga-se até aos cantares de Janeiras, a 4 de Janeiro, pelas ruas da cidade e em várias freguesias.

O “Cantando o Natal” leva 27 concertos às freguesias, entre os dias 7 e 22 de dezembro, contando com a participação de 54 participações de grupos de Viseu.

O espetáculo Vozes Brancas, que conta com as atuações de grupos corais infantojuvenis de Viseu e da Orquestra Juvenil de Viseu, acontece a 14 de dezembro, pelas 21 horas, na Igreja Nova. Já no dia 20 de dezembro, pelas 21H30, o Viriato Teatro Municipal é palco do concerto de gala “Mozart XIV – MEMORIES”.

António Zambujo regressa a Viseu, na tarde de 21 de dezembro, sábado, pelas 16H30, no Rossio. Nesse mesmo dia, pelas 21 horas, a Sé de Viseu recebe o Concerto de Natal do Município com as atuações de diversos grupos corais e da Orquestra Juvenil de Viseu.

O VISEU NATAL é também solidário. Para além de diversas Galas que integram a programação, as receitas do “Concerto de Ano Novo e Reis”, a 3 de janeiro, revertem para a APPACDM. O espetáculo realiza-se no Viriato Teatro Municipal, pelas 21H30, contando com a Orquestra Filarmonia das Beiras, Isabel Alcobia e Carlos Guilherme como protagonistas.

A 4 de Janeiro, tem lugar um concerto inédito. A Orquestra Juvenil de Viseu junta-se a Coros Batistas de todo o país para interpretar o musical “Cantem Natal”.

Também nas ruas e praças da cidade irão ecoar as sonoridades clássicas da época festiva, oferecendo um total de 300 horas de música.

O Mercado 2 de Maio volta a viver a magia e o imaginário da quadra, transformando o seu piso superior na “Aldeia dos Sonhos” e o inferior no habitual “Mercado de Natal”. Entre 5 de dezembro e 6 de janeiro, mais de duas dezenas de operadores económicos da região preenchem o mercado com produtos tradicionais da época, da doçaria tradicional à chocolataria, da queijaria à charcutaria tradicional, dos vinhos do Dão ao artesanato.

Já a “Aldeia dos Sonhos” vai oferecer aos mais pequenos um cabaz recheado: 128 oficinas, 27 peças de teatro, 4 espetáculos de magia e ilusionismo e 21 sessões de “hora do conto”. Neste espaço, esperam-se cerca de 20 mil crianças, com as suas famílias. Na “Aldeia” encontra-se a “Floresta Encantada”, o Pai Natal e o seu ajudante. As atividades requerem marcação prévia através do e-mail aldeiadossonhos@cmviseu.pt e todas são de acesso gratuito.

A Quinta da Cruz – Centro de Arte Contemporânea de Viseu organiza um “Mercado de Autor” no Natal, nos dias 14 e 15 de Dezembro, para aquisição de obras artísticas de criadores de Viseu.

É também, em dezembro, que Viseu recebe uma edição renovada dos “Vinhos de Inverno”, acompanhado do Festival Literário “Tinto no Branco”. De 6 a 8 de dezembro, o histórico Solar do Vinho do Dão é casa de relevantes nomes da literatura como Jonathan Coe, Carmen Posadas e Germano Almeida, assim como do grande concerto dos The Black Mamba. Este festival propõe momentos de literatura, enologia, gastronomia, espetáculos, performances e visitas guiadas.

Durante o VISEU NATAL, também o espetáculo “O Panda e os Caricas” regressa a Viseu. O espetáculo vai decorrer no Pavilhão Multiusos, no dia 29 de dezembro, com sessões às 15 e às 18 horas. A iniciativa é promovida pela Universal Music.

A última noite do ano é, também, celebrada em grande e com boas surpresas em Viseu. Durante Passagem de Ano, o Campo de Viriato será palco de um impressionante espetáculo de fogo-de-artifício, de entrada livre, com animação musical a apresentar em breve.

O programa completo estará disponível para consulta, em breve.