Voltar

Biblioteca Municipal de Viseu bate recorde de frequência em 2019 e elege literatura e cinema portugueses em 2020

A valorização do Fundo Antigo é outra das apostas da Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva este ano

 

Esta segunda-feira, 2 de março, o Município de Viseu apresentou, pelo segundo ano consecutivo, a programação anual da Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva.

Em 2020, a programação aposta na valorização da literatura portuguesa e da sua relação com o cinema nacional, correspondendo ao repto anual de Viseu enquanto cidade de cinema e fotografia. A Biblioteca acolhe, neste contexto, duas grandes exposições temporárias.

A exposição “Quem te viu e quem te vê”, de 24 de abril a 6 de junho, será um verdadeiro tributo ao Prémio Camões 2019: Chico Buarque. Baseada num concurso de caricaturas do poeta e músico brasileiro, numa parceria com o Instituto Memória Musical Brasileira, a mostra permitirá conhecer as facetas do escritor, dramaturgo e músico brasileiro e trará à Biblioteca também um concerto-tributo a Chico Buarque, a 30 de Abril.

De 19 de junho a 30 de outubro, a Biblioteca recebe a exposição de ilustração inédita “Grandes Escritores na Sétima Arte”, que versa sobre autores de língua portuguesa que inspiraram grandes criações de cinema como José Saramago, Camilo Castelo Branco, Eça de Queirós, Fernando Pessoa, Júlio Dinis, José Cardoso Pires, Vergílio Ferreira, António Lobo Antunes, Lídia Jorge, Agustina Bessa-Luís, Dinis Machado e outros.

No contexto da aposta em novas criações literárias, em 2020, a Biblioteca Municipal relança o Prémio de Poesia “Judith Teixeira”, iniciativa destinada a homenagear a notável escritora viseense e a galardoar uma obra inédita de poesia escrita em língua portuguesa. A última edição foi organizada em 2016.

“A valorização cultural e educativa da literatura portuguesa e, nesse contexto, da literatura de autores viseenses está no centro da vocação da Biblioteca Municipal. Esta é antes de mais uma casa de livros e de leitura aberta à comunidade”, declarou o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, António Almeida Henriques.

Para 2020 e também 2021, a Biblioteca Municipal de Viseu fará do investimento na preservação, restauro e digitalização do seu Fundo Antigo uma das suas prioridades.

Para o efeito, o Município de Viseu adquirirá um equipamento especializado para iniciar o processo de digitalização de todo o acervo, dando prioridade às obras antigas restauradas e aos 150 volumes de jornais dos séculos XIX e XX.

“Estaremos a dar um passo em frente e muito decisivo na modernização da nossa biblioteca, mas também na salvaguarda do nosso património documental e na sua disponibilização à comunidade científica”, sublinhou o Vereador da Cultura e do Património, Jorge Sobrado, na apresentação.

Também a partir de 2020 serão organizadas visitas guiadas ao Fundo Antigo da Biblioteca, dando a conhecer algumas das “joias” do seu acervo. Estre elas, destacam-se os livros em pergaminho “A Virtuosa Benfeitoria”, do séc. XV; “O Foral Manuelino de Viseu”, datado de 1513; “O Foral Manuelino de Povolide”, de 1514; a “Bíblia Sacra”, impressa em Antuérpia, na Oficina de Christophori Plantini, em 1583; e os “Manuscritos da Biblioteca de D. Francisco Alexandre Lobo”, Bispo de Viseu.

Na vertente da inclusão social e cultural, destacam-se os projetos organizados com o Estabelecimento Prisional de Viseu e o Hospital de Viseu e o programa anual “Avós a Ler”.

Na Prisão de Viseu, já decorre o Concurso Municipal de Escrita Criativa e oficinas de leitura e de escrita com reclusos. Também será organizada uma Feira do Livro, aproveitando da experiência desenvolvida nos últimos anos numa parceria com a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais.

Já no Hospital São Teotónio, a Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva procederá à completa reformulação da Biblioteca Infantil do serviço de pediatria, criada pelo Município de Viseu aquando da construção do hospital.

Durante o ano, a Biblioteca Municipal de Viseu receberá dezenas de outras atividades direcionadas ao público-geral como horas do conto, apresentações de livros e oficinas didáticas e criativas para crianças e para o público infantojuvenil, dispondo de programação alargada e específica nos períodos de férias escolares.

Os concursos escolares de leitura e escrita fazem também parte da agenda anual da Biblioteca Municipal.

Na sessão de apresentação, o Presidente da Câmara Municipal de Viseu destacou também “o crescimento notável do número de utilizadores da Biblioteca”, traduzido num aumento de mais de 20% face a 2018.

“Em 2019, este serviço municipal alcançou um recorde de público: foram mais de 107 mil as pessoas que passaram pelo espaço no ano passado”, explicou o Vereador Jorge Sobrado.

“Os leitores inscritos são hoje mais 500, a contar desde 2018, num total de 1500 ativos”, adiantou o responsável.

Também no ano passado, a nova sala de leitura, inaugurada em Janeiro passado, registou mais de 20 mil utilizadores.

A programação completa da Biblioteca Municipal D. Miguel da Silva para 2020 está disponível AQUI e será atualizada progressivamente no site do Município de Viseu, em www.cm-viseu.pt.