Voltar

Em setembro, Viseu acolhe grandes concertos, espetáculos e instalações de luz do projeto “Eixo Cultural A25”

Cuca Roseta e António Zambujo, com as Orquestras Filarmónica Portuguesa e Filarmonia das Beiras, são estrelas desta programação. Rua Direita recebe uma intervenção artística de luz original, de grande escala. Setembro reserva ainda os concertos de Tilhon e Virgul, na reta final do "Verão na Cidade-Jardim”. Orquestra Juvenil de Viseu atua no Dia do Município, num concerto de homenagem a António Almeida Henriques
 
Viseu despede-se do verão com uma programação cultural recheada de "estrelas”, colaborações musicais imperdíveis, residências artísticas e instalações de luz pela cidade.
 
Parte da programação, que acontece a partir de 16 de setembro é integrada na iniciativa "Eixo Cultural A25 – Rede de Criação e Programação”, uma parceria estratégica de programação cultural em rede, dinamizada pelos Municípios de Viseu, Aveiro e Guarda, que conta ainda com o Turismo do Centro como parceiro institucional. 
 
O Adro da Sé é o palco eleito para a realização destes espetáculos, de acesso gratuito, ainda que de lotação limitada e sujeitos à reserva prévia de ingressos em www.veraonacidadejardim.pt.
 
A estreia desta programação acontece na quinta-feira, dia 16, com a apresentação em palco de um projeto musical entre os Smoke Hills, de Viseu, e Rogério Peixinho, da Guarda, resultado de uma residência artística a decorrer no Carmo’81 e cujos frutos serão conhecidos em palco nesta noite. 
 
O "Eixo Cultural A25” apresenta ainda dois grandes concertos, que juntam a Orquestra Filarmónica Portuguesa e a fadista Cuca Roseta, a 18 de setembro, e a Orquestra Filarmonia das Beiras e o artista António Zambujo, dia 20. Estes concertos resultam da criação de dois programas orquestrais originais, especialmente concebidos para este projeto cultural, que resultam num espetáculo único, onde convergem diversos estilos e influências musicais.
 
No âmbito desta programação cultural em rede, o Centro Histórico – em concreto, a Rua Direita - ganha nova vida, através de uma instalação de luz, fruto de uma intervenção artística original e site specif, ou seja, concebida especificamente para o local onde é instalada, que se concretiza, em simultâneo, nas três cidades. O objetivo deste "percurso” artístico é, através de uma proposta contemporânea e inovadora, valorizar e promover a identidade e o património local, levando o público a observar e a refletir sobre os lugares e os edifícios com os quais, diariamente, nos cruzamos. 
 
Esta instalação de luz será inaugurada em data a comunicar oportunamente, mas terá nos dias 24 e 25 de setembro, no âmbito das Jornadas Europeias do Património, o seu elo comum com as cidades de Aveiro e Guarda, que terão também em exibição e iluminadas as suas instalações. Em Viseu, vai ser possível observar esta instalação até ao final do mês de outubro. 
 
O mês de setembro reserva ainda outros grandes concertos, no âmbito da programação do "Verão na Cidade-Jardim”, que finaliza também a 21 de setembro. 
 
Depois de terem sido adiados, devido à evolução da pandemia COVID-19, estão reagendados e confirmados para os dias 17 e 19 de setembro os concertos de Tilhon, com a participação especial de Mara Pedro, e de Virgul, respetivamente. 
 
Já a 21 de setembro, Dia do Município e feriado municipal, viseenses e amigos de Viseu poderão ainda contar com o concerto da Orquestra Juvenil de Viseu, que se reveste de especial significado, com uma homenagem simbólica ao Presidente António Almeida Henriques, que neste dia é agraciado, a título póstumo, com a Medalha de Ouro, a par do Viriato de Ouro, a mais elevada e rara condecoração do Município de Viseu. 
 
Todos estes concertos serão realizados no Adro da Sé e terão início pelas 21H30. Cada um deles exige a reserva prévia de ingressos, a qual está disponível em www.veraonacidadejardim.pt.