Voltar

Programação do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios 2021

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios 2021

Tema: “Passados Complexos: Futuros Diversos”

 

Consulte aqui a programação do Município de Viseu:

 

»»» CASA DA RIBEIRA

Oficina Criativa “Passado | Presente | Futuro”

Através de histórias das memórias da Ribeira, os participantes criam um livro com materiais diversos, nomeadamente fotografias, desenhos, coisas da natureza e do imaginário, onde poderão retratar o que foi, o que é, e o que será o futuro desta zona da cidade de Viseu.

Desafiamos à participação nesta oficina com um espírito criativo. A explicação e os materiais necessários serão fornecidos pela Casa da Ribeira.

Será disponibilizado um KIT que poderá ser levantado nos dias 17 e 18 de abril, no próprio Museu, entre as 10 e as 13 horas. A oficina tem o custo de 1 Euro por participante.

 

 

»»» MUSEU ALMEIDA MOREIRA

Oficina “Marmoreado”

Em parceria com a Centropontoarte, o Museu Almeida Moreira vai promover uma oficina de Marmoreado, em formato digital.

Participe e aprenda esta técnica milenar oriental que chegou à Europa no século XVII, através das rotas comerciais estabelecidas, e que foi sendo utilizada para diversos fins.

A atividade realiza-se no dia 18 de abril, pelas 14 horas.

Para participar, só precisa de levantar o seu kit no Museu: reserve-o através do e-mail museualmeidamoreira@cmviseu.pt e, posteriormente, faça o seu levantamento no dia 17 de abril. Cada kit tem o custo de 3 Euros.

Inscrições: 10

A oficina será transmitida online, num link que será disponibilizado no ato de inscrição.

 

 

»»» MUSEU DO QUARTZO - CENTRO DE INTERPRETAÇÃO PROF. GALOPIM DE CARVALHO

Visita Guiada “As Memórias da Exploração de Quartzo no Monte de Santa Luzia”

Gratuita, mediante inscrição prévia. 

Público-geral

Número mínimo de pessoas - 5 pessoas

Número máximo de pessoas - 15 pessoas

Dia - 18 de abril

Horário – Das 11 às 12 horas

As inscrições para a visita guiada serão realizadas através do telefone 232 450 163 ou através do e-mail museudoquartzo@cmviseu.pt.

 

Recurso digital online acessível

A partir de casa, pode ficar a conhecer os intervenientes na exploração do Quartzo no Monte de Santa Luzia, em Viseu, e a história da Companhia Portuguesa de Fornos Elétricos: 

https://drive.google.com/file/d/1N1DZCAEuOKCqBL7fO90f5cnOnt8fitX7/view?usp=sharing.

Gratuito, não precisa de sair de casa

Público-geral

Contacto para informações: museudoquartzo@cmviseu.pt

 

 

»»» MUSEU DO LINHO DE VÁRZEA DE CALDE

Atividade "Conta a tua História"

Sob o tema "Passados Complexos: Futuros Diversos", desafia-se o público-geral a enviar histórias que estejam ligadas a ambientes rurais/familiares e/ou ainda ideias que gostassem de ver implementadas nas atividades do Museu do Linho, com a tal visão de "futuros diversos", visto que o linho poderá ter diversos tipos de utilização.

Público-alvo: geral/famílias

Envio das respostas por e-mail: museu.varzea@cmviseu.pt

 

Atividade "Identifica a Peça"

Sob o tema "Passados Complexos: Futuros Diversos", desafia-se o público-geral a identificar uma peça do Museu, descrevendo a sua utilização.

Público-alvo: geral/famílias

Comentários: nas próprias páginas de divulgação

 

 

»»» MUSEU DE HISTÓRIA DA CIDADE

Timeline MHC

A história da cidade de Viseu a partir de objetos, sítios, personagens e acontecimentos, numa linha do tempo ilustrada, para explorar a partir de casa.

Recurso digital online acessível em https://www.mhcviseu.pt/timeline/.

Gratuito, não precisa de Inscrição, público-geral.

Contacto para informações: mhcviseu@cmviseu.pt

 

Atividade “Descobrir os Ícones da História de Viseu

Caderno de atividades que exploram as diferentes salas/objetos da exposição “Ícones da História de Viseu”, para fazer em casa, para acompanhar a visita virtual à exposição através do seguinte link: https://www.mhcviseu.pt/visita/. Recurso digital online acessível em http://bit.do/CadernoMHC.

Gratuito, não precisa de Inscrição, público-geral

Contacto para informações: mhcviseu@cmviseu.pt

 

 

»»» POLO ARQUEOLÓGICO DE VISEU

Mapoteca PV

Mapas, cartas e outra informação geográfica relacionada com o património arqueológico do concelho de Viseu. Estes recursos são recolhidos e partilhados pela equipa do Polo Arqueológico de Viseu para fins de investigação, mas também educativos e de divulgação geral.

Recurso digital online acessível em https://www.poloarqueviseu.pt/mapoteca/.

Gratuito, não precisa de Inscrição, público-geral

Contacto para informações: casadomiradouro@cmviseu.pt

 

Galeria 3D do PAV

Em 2020 o Polo Arqueológico de Viseu iniciou o processo de digitalização das suas coleções e do património arqueológico concelhio, para fins de documentação e investigação, mas também educativo e de divulgação geral, ampliando-se a sua difusão através da Galeria 3D.

Os modelos podem ser explorados na página do Polo Arqueológico de Viseu, através do Mapa da Galeria 3D e da Galeria.

Recurso digital online acessível em https://www.poloarqueviseu.pt/galeria3d/.

Gratuito, não precisa de Inscrição, público-geral

Contacto para informações: casadomiradouro@cmviseu.pt

 

 

»»» QUINTA DA CRUZ - CENTRO DE ARTE CONTEMPORÂNEA

EDUCARTE – Festival de Práticas Artísticas

O EDUCARTE – Festival de Práticas Artísticas pretende criar um espaço singular entre arte, educação não formal e comunidade. As artes contemporâneas em particular oferecem oportunidades únicas para os indivíduos construírem espaços inter-relacionais, explorando identidades, e para criarem sentidos de pertença, consciência social e ambiental.

Público-alvo: dos 6 aos 12 anos

Inscrição: sim. Sujeito ao levantamento do Kit no Museu. Inscrição pelo e-mail quintadacruz@cmviseu.pt.

Descrição da atividade: Proposta para criar uma intervenção plástica na letra "A". Esta letra representa a casa e o lugar de ideia do EDUCARTE - Festival de Práticas Artísticas.

Gratuito: sim

Nº de inscrições: até 45

Saiba mais aqui: https://www.youtube.com/watch?v=xsZ3Ekg5yEg

 

 

»»» PATRIMÓNIO | CERTIFICAÇÃO DOS ESTANHOS ARTÍSTICOS DE BODIOSA

Caderno de Especificações

Com um passado remoto ligado à atividade extrativa do estanho nas minas existentes neste território, Bodiosa iniciou a produção de peças em liga de estanho na década de 60 do séc. XX, fazendo uso das ancestrais técnicas de fundição em terra barrosa ou em areia de fundição, que se mantém na atualidade, constituindo um património artesanal emblemático do concelho de Viseu.

Destacando o papel fundamental do Património Cultural enquanto factor de identidade, de união e partilha da comunidade, a Certificação dos “Estanhos Artísticos de Bodiosa” apresenta-se numa perspetiva de conservação, valorização, proteção e salvaguarda dos modos de produção ancestrais, dos significados e valores que constituem a herança comum, de um garante para as gerações futuras.